Pedro Agostinho Cruz: o fotógrafo do relógio sem ponteiros

O fotógrafo é o primeiro a chegar e o último a sair… concordam?

Não existe tempo para ele, a sua orientação é um “relógio sem ponteiros”…

Tem nas suas mãos uma das tarefas principais e mais importantes do dia: eternizar sentimentos e emoções…

Quanta subtileza é necessária para um resultado marcante e arrebatador, através de um registo discreto e leve, construindo proximidade e ainda assim ser apenas como uma brisa delicada em redor dos noivos.

Assim é Pedro Agostinho Cruz, fotojornalista freelancer.

Para ele a fotografia é uma paixão tal como as pessoas e os lugares que surgem intensamente na sua vida.

“Vivo diariamente a confundir o trabalho com o prazer. Que privilégio!”

– Pedro Agostinho Cruz

1 – Pedro, conte-nos um pouco do seu percurso no mundo da fotografia.

É uma pergunta que me fazem com alguma regularidade. Creio que nunca consegui responder concretamente a essa questão. Apesar de ainda ser um jovem, isto é, idade inferior a 30 anos (segundo a lei em Portugal) lembro-me que a primeira fotografia que publiquei num jornal tinha 15 anos. Ao contrário dos tempos actuais não me achei logo fotógrafo, nem muito menos atribuí a mim próprio essa profissão. Tenho imenso respeito pela Fotografia e pelos fotógrafos.

Sou licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior e actualmente colaboro com alguns jornais e revistas locais e nacionais.

Os casamentos surgem na minha vida um pouco como a Fotografia, aliás como todas as paixões não damos conta delas. Só as queremos viver …

2 – Quais são os maiores desafios na fotografia de casamentos?

O maiores desafios são para mim as maiores motivações. Sei que se conseguir ser bem sucedido ao passar esses desafios os noivos vão ficar satisfeitos com o trabalho final, o tal trabalho que quase sempre nunca o consigo distinguir do prazer.

Mas, creio que o maior desafio/preocupação é que os noivos no final se revejam nas fotografias, na história. Parece assustador e descabido dizer isto, mas é um desafio exigente e por vezes complexo. O fotógrafo tem de entrar num espaço “deles” de uma forma invisível, que sem darem por isso passa a ser “nosso”. É interessante a construção desta relação e partilha.

3 – Em relação à fotografia de casamentos, quais são as tendências actuais e o que acha que está ultrapassado?

Tendências? Deixo isso para os bloggers que escrevem muito e bem sobre o assunto (risos).

Eu consumo muita fotografia/imagem. Vejo muitas coisas que gosto e que não gosto. Sabendo o que não gosto fica mais fácil fazer o que gosto.

Hoje em dia as tendências são ainda mais generalizadas e chegam mais rápido às pessoas. Ao contrário do que se pensa não é pela edição que se marca a diferença. Mas, a tendência atual passa muito pela edição – a questão do “filme/analógico” está muito em cima da mesa.

Sorte a daqueles que conseguem perceber que é pelo modo de fotografar que se marca a diferença.

4 – Com que tipo de trabalho e resultado final podem os seus clientes esperar?

Acredito no romantismo dos filmes franceses e na magia e qualidade dos frascos de perfume pequenos.

Os meus noivos sabem disso. Queremos continuar a ser um frasco de perfume pequeno. Queremos continuar a caminhar sem rumo e com um relógio sem ponteiros no pulso. Temos tempo para viver tudo, ao nosso jeito!..

O meu caminho é feito pelos meus noivos. São eles o segredo e inspiração do meu trabalho. Adoro esta ideia de fotógrafos apaixonados por noivos e noivos apaixonados por fotógrafos. Eu sei que isso acontece comigo. Sinto!

Outra ideia que me agrada é esta relação de proximidade que felizmente consigo construir com os noivos que passam a ser amigos.

Não há nada mais apaixonante do que ouvir : “agora és o fotógrafo da família” já tive o privilégio de ouvir isso (…)

5 – No âmbito da sua carreira, que projectos estão ainda na gaveta e que gostaria de realizar?

Continuamos a namorar por aí (…)

Contactos

Telefone: 91 153 95 24 | Morada: Figueira da Foz | email: pedocruz@gmail.com

blog | facebook | instagram

Merida


Não se esqueçam de nos seguir também

facebook | instagram | pinterest

horizontal_preto.png

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.