Portugal & Casamentos – Eu amo as costas ventosas, as montanhas verdes, a cor do azeite e o som da língua portuguesa

O nosso Projecto “Portugal & Casamentos” é hoje dedicado à imagem e ao movimento! A Mélanie, de Andorinha Films conversou connosco e há muito que retirar daqui!

 

Como é a tua relação com as clientes?

Quando alguém me escolhe para o dia do casamento, eu sei que é uma honra especial.
Não é apenas uma questão de orçamento e finanças – os noivos estão a permitir que
uma pessoa “estranha“ entre na sua vida, e confiam-me os seus momentos mais
íntimos. Eu faço um número muito limitado de casamentos por ano para preservar a
qualidade do meu trabalho, e me permitir de conhecer cada casal, para que o dia corra
bem e o resultado encaixe na perfeição com as suas personalidades.

Mélanie, como trabalhas e como é o teu trabalho?

Num nível mais pessoal, o meu nome é Melanie Beier. Eu sou a Andorinha Films e a
Andorinha Films sou eu. Eu sou de Berlim, Alemanha, mas apaixonei-me por este país e os seus habitantes e vivo cá desde 2015. Eu amo as costas ventosas, as montanhas verdes, a cor do azeite e o som da língua portuguesa Adoro os trajes do Norte e as tradições locais, a agitação da cidade e a calma do campo. Adoro descobrir o que os meus clientes gostam e coloco um pedaço de mim em todos os filmes que produzo.

AF7 9.png

Andorinha Films – Eu gosto de vidros e espelhos, porque eles me permitem ficar a alguns metros do casal e ser um pouco menos intrusiva no meu trabalho, enquanto me oferecem visuais espetaculares.

No dia em si, eu gosto de ficar fora de vista – quando os noivos ou convidados me dizem no final do dia que eles mal me viram, eu acho que é o maior elogio! Eu estou lá, perto e sempre ao alcance, mas nunca de uma forma demasiado óbvia, para capturar o que está a acontecer e deixar as coisas ocorrer naturalmente!

 

Portugal & Casamentos & Vídeos

Portugal tem muito a oferecer em relação à Videografia e Fotografia de Casamento, do
estilo documentário clássico a uma narrativa mais elaborada. Eu gosto de pensar que a
Andorinha Films fica algures no meio; sempre fiel ao casal e aos eventos do dia, mas fazendo tudo parecer tão mágico e maravilhoso como sentimos quando nos casamos!

AF7 5.jpg

Vídeos & Casamentos & Conselhos

Partam sempre do princípio que algumas coisas não vão correr como planeado, e
tentem estar prontos para isso. Rodei-se de pessoas que vos amam e vos façam
sentir calmos, escolham roupas e acessórios que vos façam sentir confortáveis e
capazes de tudo, invistam em boa música e comida saborosa – e tudo o resto acaba por
acontecer! Nós estamos lá para fazer um registo emotivo do dia, mesmo quando os
pratos não estão da cor que pediram, ou quando o primo está com duas horas de
atraso, ou o autocarro cheio de convidados fique preso no trânsito – That’s life!
E lembrem-se que todo o dinheiro e tempo e esforço que vocês estão a gastar na
decoração, nos convites, no bolo, na coreografia, no vestido – só vai durar um dia. As
únicas coisas que durarão por toda a vossa vida são as fotos, o vídeo e as memórias
que fazem.

AF7 6.jpg

Que erros mais comuns que vê à vossa volta nesta área? 

Os noivos vão lembrar-se do vestido e dos sapatos e dos anéis – eles vão estar
presentes em cada foto, e provavelmente em casa também. Mas não se vão lembrar
da música que tocou, das palavras do pai, da piada que o padre fez ou das mãos
nervosas da avó, quando arranjou a gravata do noivo.
Nós estamos aqui para capturar esses momentos – eternizar o dia do vosso casamento
e complementar a fotografia, porque há coisas que o vídeo adiciona às memórias que
as fotos simplesmente não conseguem capturar tão bem; sons, movimentos, risos,
gestos.

AF7 10.jpg

Existem momentos captados obrigatoriamente?

Eu gosto de começar o meu trabalho cerca de duas horas antes da cerimónia, quando
os nervos são altos, mas há uma energia tranquila e especial no ar – a calma antes da
tempestade. Começar com os detalhes e a preparação dá-me uma ideia dos tons e dos
sentimentos do dia e dá aos noivos a oportunidade de se habituarem à câmara. (Eu
também gosto de fazer sessões de casais precisamente por esta razão – para criar uma
conexão entre mim e os noivos, e acostumá-los ao tamanho e barulho da câmera, para
que trabalhemos juntos como uma máquina bem oleada quando chega o grande dia!)
O resto depende muito da personalidade dos noivos e da logística do dia. Há cenas
clássicas, claro – os anéis, o primeiro beijo, a saída da igreja, o bolo, a primeira dança -,
mas eles tendem a ser semelhantes e raramente capturam a individualidade do casal.
Eu acho que as grandes coreografias, os momentos silenciosos nas vinhas, o abraço de
um membro da família que não se via há anos, o confetti preso no vestido – é por isso
que fazemos o nosso trabalho, e esperamos que seja também o que vocês mais gostam quando vêem vosso filme!


Gostava de participar no nosso projecto Projecto Portugal & Casamentos? Entre em contacto connosco!


facebook |  instagram  | pinterest

horizontal_preto.png

 

AF7 1.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.